Mulheres, vamos celebrar mais nossas conquistas.
Sintonize Balonè

Mulheres, vamos celebrar mais nossas conquistas.


Acreditamos muito no Direito da Mulher, e por isso, buscamos celebrar, homenagear e apoiar a sororidade através da nossa campanha especial para o Preview de Verão. O Dia Internacional da Igualdade Feminina, celebrado em 26 de agosto, é um marco na vida de todas nós e é por isso que é tão importante relembrarmos cada conquista única que nos auxilia na luta diária pela igualdade.



Essa luta teve início ainda no século 18, com a chegada do Iluminismo e da Revolução Francesa. Os protestos se faziam por meio de obras de caráter feminista escritas por mulheres inglesas como Mary Wollstonecraft, que escreveu o livro "Em defesa dos Direitos das Mulheres".

Durante a Revolução Industrial, no século 19, o número de mulheres no mercado de trabalho aumentou, e foi a partir daí que o feminismo se fortificou como aliado do movimento operário. A primeira convenção dos Direitos da Mulher aconteceu em 1948, no estado de Nova York.

Ao longo da história, as mulheres alcançaram muitas vitórias como o direito de voto, a entrada no mercado de trabalho e ensino, na vida política, entre outros.




Recentemente, a paquistanesa Malala Yousafzai, de apenas 21 anos, recebeu o prêmio Nobel da Paz. Ela ficou conhecida mundialmente após manifestar-se contra a ordem de um líder talibã que proibia as aulas apenas para meninas. Após sua manifestação, ela foi baleada na saída da escola em 2012, quando tinha apenas 15 anos. Ela sobreviveu ao ataque e continua a se engajar com a causa.

Conheça alguns dos nossos direitos de acordo com a ONU – Organização das Nações:

- Direito à vida

- Direito à liberdade e à segurança pessoal.

- Direito à igualdade e a estar livre de todas as formas de discriminação.

- Direito à liberdade de pensamento – falar o que pensa e dar a sua opinião.

- Direito à informação e à educação.

- Direito à privacidade.

- Direito à saúde e à proteção.

- Direito de construir um relacionamento conjugal e planejar a família.

- Direito de decidir ter ou não filhos e quando tê-los.

- Direito aos benefícios do progresso científico.

- Direito à liberdade de reunião e participação na política.

- Direito a não ser submetida a torturas e maltrato. – psicológicos, sociais e qualquer forma de humilhação.




Porém, ao redor do mundo, alguns direitos ainda nos são negados, como por exemplo:

Direito ao trabalho – 104 países ainda nos impedem de realizar algumas atividades, simplesmente por conta do gênero.

Cursos universitários – No Irã, fomos proibidas de ingressar em 77 cursos universitários como: química, física nuclear, arqueologia, engenharia, informática, entre outros.

Legalização da violência doméstica – Isso acontece na Rússia. Cerca de 1.370 mulheres apanham de seus maridos a cada hora e não há punição (desde que a mulher não necessite ser hospitalizada).

Ainda há muito para se conquistar, mas, vamos precisamos celebrar nossas conquistas. Vamos?


Talvez você também goste

0 Comentar

Captcha Recarregar Captcha

Digite no campo abaixo o código de segurança exibido: